Sobre o dia em que te vi nos meus sonhos

07 setembro, 2015
Créditos: ramicm
Faz tempo que não sei nada de você. Mas do jeito que te conhecia, deve estar se aventurando por aí. Eu te conhecia, não é mesmo? Às vezes eu duvido disso, mas depois lembro da sinceridade das suas palavras nos momentos doces e naqueles que eu preferia nem lembrar mais. Parece que faz tanto tempo, e ao mesmo, as memórias me fazem ter a sensação de que foi ontem mesmo.

Estava tudo bem, sabe? Estava levando um dia após o outro, com as expectativas voltadas para a vida, com a cabeça em outras coisas - e nas nuvens, como sempre. Cheia de projetos, cheia de esperanças, cheia de vida.

Mas parece que meu cérebro foi programado para lembrar. Lembrar de tudo aquilo perdi há um tempo atrás. E de tudo o que nunca tive, mas um dia almejei. E como um passe de mágica e uma ironia do destino, você me apareceu. Nos sonhos, mas apareceu. Para relembrar os medos que ainda tenho, das coisas que nunca vou entender e do tempo que passou sem que eu percebesse.

Duro não foi te ver. Não foi perceber que ainda lembro das suas feições, dos seus traços, do seu jeito e até das suas roupas... Não foi perceber que se fosse possível, até seu cheiro eu lembraria, porque está preso na minha memória. Triste foi que até mesmo nos meus sonhos, você escancarava a realidade.

Não sei onde está. Mas sei que está feliz. Sei que está com alguém. E sei que nesse momento, nem cogita a ideia de que estou pensando em tudo isso. Talvez nem lembre da minha existência. Mas se um dia, assim sem querer, sua mente também lhe pregar uma peça e eu aparecer durante seu descanso a noite, fique tranquilo. E saiba que a "eu dos seus sonhos" não terá rancor. E lhe sorrirá da mesma forma que você sorriu. Realizada e livre de qualquer mágoa.


*Baseada em uma história de amor que tinha tudo pra dar certo. Ou não.

12 comentários:

Comente pelo Facebook

  1. Que lindo!! Você escreve muito bem! Tem sentimentos em suas palavras! Parabéns!

    kellyluque.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  2. "Mas parece que meu cérebro foi programado para lembrar." Isso é realmente torturante, ele realmente lembra, esfrega na cara a falta daquele alguém ou o erro cometido...Ele realmente lembra "/ Ótimo texto. Boa semana!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Exatamente! Parece que de repente, tudo volta à tona só pra você lembrar

      Excluir
  3. Lindo e triste, sei como é isso. Mas um dia passa e um alguém novo vem tomar seus sonhos... É a vida! Mas pense que se um foi embora, é pra outro vir, quem sabe não é "o certo"?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Isso mesmo, faz parte do percurso da vida...

      Excluir
  4. Algumas histórias acabam ficando marcadas, às vezes apenas um está envolvido ou a história é permeada apenas por expectativas e a realidade mostra que realmente não daria certo para aquele casal. Vivenciar uma história de amor é complicado e a gente tem sempre que estar preparado, caso as coisas não deem certo.

    http://lenabattisti.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Quando uma história acaba, geralmente um fica com as lembranças e o outro segue em frente

      Excluir
  5. É o melhor que a gente pode fazer por uma história que foi feliz enquanto existiu: "sorrir, livre de qualquer mágoa". Acho que é isso. Eu já estive aí um dia... Acho que sei como é.

    Boa semana Day!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O importante é seguir em frente, não importa o que aconteça né?

      Excluir