Carta a uma pequena ruiva

23 agosto, 2015
Créditos: Pezibear
Ei ruiva,

Não tem hora melhor para escrever para você, não é mesmo? Eu sei que você está cabisbaixa nesse exato momento. Mas não se esqueça que essa dor toda passa quando chega um novo amanhecer. E ele não demora aparecer. E olha como esse ano está sendo maravilhoso para você. O quando cresceu, o quanto conquistou.

Quero te agradecer e te parabenizar por ter tomado as decisões certas. Não se esqueça que ninguém melhor do que você sabe como lidar com as situações que te aflige. Não pare nunca de tentar evoluir, tanto intelectualmente como ser humano. Estude muito, aprenda outras línguas, expanda seu horizonte para muito além do que eu possa imaginar agora. O mundo é seu, pequena. Basta querer. E eu sei que você quer. 

Você se vê ainda tão frágil, mas no fundo sabe que é extremamente forte. E essa força sempre foi necessária na sua vida, e nunca deixará de ser. Use-a mais para seu bem, porque você já a usa bastante para ajudar quem você ama. Não me entenda mal, não estou pedindo para ser egoísta, até porque empatia é um dos seus pontos fortes. Mas não se deixe de lado, principalmente nos momentos em que ficar em cima do muro só lhe fará mal. 

Não abandone nunca seus sonhos. Você sabe que alguns que precisaram ser deixados de lado te frustram até hoje. Nunca engavete as milhões de ideias que passam em sua cabeça todos os dias. Já foram milhares de páginas perdidas no tempo que talvez nunca serão recuperadas. Se mostre. Alguém do outro lado sempre estará disposto a te ouvir. 

E o principal: Se ame. Tenha um amor puro e verdadeiro por si mesma. Isso vai te ajudar a ver o mundo de uma forma mais colorida. E guarde esses conselhos sempre no coração. É sempre bom falar com você.

Da pessoa que mais te conhece,

Você mesma. 

Esse post é uma blogagem coletiva do grupo +QP | Mais Que Palavras, cujo tema era "Uma carta para você mesma". Confira outros posts: Quase Primavera | Letras na Gaveta


1 comentários:

Comente pelo Facebook

  1. Que texto lindo! Às vezes é importante escrever para si mesma, refletir sobre quem somos, o que temos de bom e o que podemos melhorar, esse é um exercício que só nos faz bem.

    http://lenabattisti.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir