115

31 maio, 2015
Créditos: bluezoe


Esse é o número da minha saudade. O número que representa todas as palavras não ditas, todos os momentos que deixamos de viver, uma vez que o "nós" deixou de ser uma palavra relevante na sua vida. É o resumo de todas as lágrimas que despencaram dos olhos e não encontraram seu abraço como porto seguro. É a solidão do meu quarto escuro sem o som da sua voz. No lugar dela, outras tantas vozes invadem e suplicam para que eu te esqueça. Como se fosse a tarefa mais fácil do mundo te arrancar de mim. Você devia me ensinar, bolar um workshop talvez, já que aprendeu isso tão bem e tão rápido. Já vejo os relances da sua vida nova passarem por mim, de qualquer forma. 

Onde você está? E não quero endereços, rotas, direções ou mapas. Quero a resposta concreta. Onde você está quando eu preciso de você? Você abriu o corte mais profundo enquanto me lançava o olhar mais doce. Disse tudo o que não queria ouvir da forma mais singela. E eu queria mesmo que isso amenizasse. Mas não amenizou. Eu continuo sangrando e anda cada mais difícil estancar o sangue.  

Se puder ouvir essa súplica silenciosa, volte. 

Volte porque eu sinto falta do calor do seu corpo no fim de tarde. Do seu tom de voz que até hoje se destaca de todos os outros. Da forma que você encostava sua testa na minha e me fazia esquecer do mundo. Volte porque eu morro de curiosidade de assistir o filme que me indicou, e minha alma treme só de pensar em vê-lo sem sua companhia pra dividir o cobertor. Na verdade, minha alma treme em pensar que tenho que enfrentar esse mundo louco sem você do lado. O fato é que eu bem posso viver sem você, e você também sabe disso. Mas na vida sempre faltará uma pitada de cor. A trilha sonora vai pausar às vezes e o sinal da TV não vai pegar direito. 

A vida sempre estará incompleta. Tão incompleta como nossa história ficou. E tão vaga como esses 3 números são. Então pega a estrada e vem me ver. Esquece todas as mágoas do passado que insistem em te afastar de mim. Derruba essa parede maldita que construiu e entra pela minha porta. Instala sua bagunça ao longo da minha, que eu te prometo que a gente se ajeita no meio delas. 

12 comentários:

Comente pelo Facebook

  1. "Você devia me ensinar, bolar um workshop talvez, já que aprendeu isso tão bem e tão rápido" AI MEU CORAÇÃO! Dai, antes de tudo, que saudade de você por aqui <3 e nem preciso dizer que me identifiquei, por que tem texto seu que eu não me identifique? Vi meu ex com a segunda namorada ontem, nem preciso dizer que no dia seguinte ele já não lembrava quem eu era, né? Mas tudo bem. A gente vai tentando esquecer e essa coisa toda que na prática não funciona. E você vai tentando escrever mais porque tua presença aqui faz falta <3 abraço! 48janeiros

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oh, sua linda! Não é nada fácil, né? Eu passei por algo parecido então sei bem como é difícil :(

      Excluir
  2. O "e se sempre nos corrói por dentro. O silêncio do outro, às vezes, é assustador também. Uma angústia que senti ao ler seu belo texto. Que a saudade dê lugar a presença.
    Abraços Mika,
    Pensamentos Viajantes

    ResponderExcluir
  3. Saudades de ler textos seus! E você conseguiu quebrar meu coração com suas palavras, como você sempre faz.

    http://lenabattisti.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Que saudadinha de ler seus textos moça ♥ Não posso dizer que me identifiquei nele, mas garanto que representou tudo que você gostaria, e talvez até mais do que isso. Consigo sentir o que quis passar. Adorei.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Prometo que agora não sumo mais! hahahah esse texto foi bem intenso pra mim, e acho que consegui reproduzir essa intensidade.

      Excluir
  5. ''É o resumo de todas as lágrimas que despencaram dos olhos e não encontraram seu abraço como porto seguro.'' texto lindo!
    http://blogestilorefinado.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir