O clube dos corações partidos e endurecidos

12 abril, 2015
Créditos: Skitterphoto
Bem vindos ao clube dos corações partidos e endurecidos. Se engana se você pensou que ao entrar se depararia com um open bar de sorvete e Adele tocando incansavelmente no repeat. Aqui o que você encontrará mesmo são pessoas desiludidas do amor. E que mal há nisso? Onde foi que o ser humano assinou um contrato que o obriga a esperar e sonhar com grandes amores e paixões dignas de roteiros? Até preciso concordar que muitos aqui acreditaram nessa premissa. Hoje, porém, acreditam apenas neles mesmos. Vez ou outra alguém acaba saindo pela porta e indo viver sua história com outro alguém. Isso prova que não é uma prisão. Muito menos uma escolha. É um estado de espírito.

Esse talvez seja o clube mais democrático de todos, afinal, o amor nunca escolhe onde vai fazer sua próxima vítima. E quando ele deixa de existir no dia-a-dia, já não há mais o que fazer.

Esqueçam as mesas de bar. Ao invés da cerveja, esvazia-se as lágrimas e as mágoas. Enchem-se os copos de dor. E joga-se tudo pelo ralo. Não há também grandes conversas. Nem se ouve risadas animadas ou uma música qualquer ao fundo. Existes pessoas reagindo de diversas formas à uma mesma situação. No canto, alguns choram baixinho, sentados no chão o amor que perderam. Algumas viúvas dividem o luto entre si. Outros, mais inconformados, usam a parede e os objetos ao redor para exteriorizar sua dor. Não há mocinho, não há vilão. Há pessoas decepcionadas com o amor.

Eu estive lá também. Queria entender meu sofrimento.

Não chorei, nem quebrei nada. Apenas observava, isolada, pessoas chegarem e saírem. Pessoas maldizendo o amor, e outras esperando que, dessa vez, ele fosse mais bondoso. Não disse nada também. Meu papel e caneta disseram por mim. Escrevi histórias, ouvi relatos e minha alma de escritora absorveu todas as experiências. Até que chegou a hora de tomar meu caminho também. Saí sem ter um amor, mas percebi que precisava ter uma vida.

12 comentários:

Comente pelo Facebook

  1. Ótimo texto, gostei muito mesmo e o final não poderia ter sido melhor! "Saí sem ter um amor, mas percebi que precisava ter uma vida."

    Beijos http://iranabento.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada, Irana! A pior coisa que podemos fazer e nos fechar para o mundo :(

      Excluir
  2. Acho que participei desse clube em algum período do ano passado mas, ao sair dele, encontrei um amor que colou os pedacinhos e amoleceu o coração. Perfeitas palavras!

    www.escrevicomflor.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que linda! Não há melhor sensação do que sair dele e encontrar a felicidade *o*

      Excluir
  3. Texto maravilhoso, mas o final consegue ser ainda melhor! Preciso sair desse clube logo, desgrudar as lembranças das botas e, como você disse, ir ter uma vida. Um beijo, Dai! ♥
    48janeiros

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Isso mesmo, Nath! Saia dele que um mundo maravilhoso te espera além dessas portas ♥

      Excluir
  4. "Até preciso concordar que muitos aqui acreditaram nessa premissa. Hoje, porém, acreditam apenas neles mesmos. Vez ou outra alguém acaba saindo pela porta e indo viver sua história com outro alguém. Isso prova que não é uma prisão. Muito menos uma escolha. É um estado de espírito." Tive que quotar, porque é isso que estou vivenciando nesse momento, ainda acredito no amor, mas por enquanto prefiro acreditar apenas em mim mesma, em aproveitar todos os momentos e viver da melhor forma possível e, talvez, um dia, encontrar alguém, mas por agora, preciso ser feliz sozinha.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu estou muito nessa fase também, de me encontrar pra só depois, encontrar alguém

      Excluir
  5. Teu blog me faz pensar que realmente está na hora de eu aprender a escrever.

    (isso é bom!)

    hahahahaha parabéns =*

    http://canetaliteraria.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. HAHAHAHA que isso, li seus textos e eles são maravilhosos! ♥

      Excluir
  6. Nossaaa, adorei, escreve muito bem, um beijo !
    http://believe-infairies.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir