O babaca e a errada

23 março, 2015
Créditos: hannah_03


Ele era aquele cara perdido no mundo. No amor, na vida, nos sonhos e nos próprios desejos. Encontrou alento temporário entre mil bocas, mas nenhuma o fazia ficar. Pelo contrário. Cada uma delas o dizia silenciosamente pra que seguisse seu caminho. Vivia entre mil e sentia-se incrivelmente só. Não fazia por mal. No fundo isso era um grito distorcido de socorro da sua alma. No fundo, ele só queria ficar. O tempo foi passando e seu coração foi endurecendo aos pouquinhos.

Ela era o símbolo garota perfeita. Daquelas que qualquer homem sonhava em casar. Mas se engana se você pensa que logo ela encontrou seu príncipe e então subiram no cavalo e partiram em direção a louca aventura de pertencerem um ao outro. Ela sofria todos os dias porque as pessoas entravam, passavam e saíam sem nem ao menos dar satisfação de tão pouco caso. O tempo foi passando e ela foi desacreditando cada vez mais que seu tal amor ia chegar. Foi aprendendo a viver por si mesma.

Desiludiram-se. Apanharam. E foi nesses desencontros que eles se encontraram.

Foram algumas conversas em cafeterias da cidade. Alguns passeios por lugares inusitados e muitas trocas tímidas de olhares. Ela não conseguia entender como as pessoas o achavam um babaca. E ele não aceitava aquele discurso de que ela era simplesmente a "pessoa errada". Mas ambos sentiam que deveriam ficar. O tempo foi passando e eles foram se aprofundando na alma do outro.

Ele não tinha mais vontade de encontros casuais e ela perdeu o medo de que ele fosse embora porque no fundo sentia que ele ia ficar. Já haviam decorado os trejeitos e sentia-se o perfume mesmo ba ausência. Ausência, aliás, que já não fazia mais mal algum. Havia a saudade e essa só aumentava a alegria do próximo encontro. E os encontros foram ficando cada vez mais frequentes. O tempo foi passando até que um dia ele se ajoelhou em frente à ela com seu coração e anel em mãos. O pedido? Em meio às lágrimas de ambos, foi um singelo e sincero "Eu quero ficar".

E ela também ficou. Hoje ela está entrando por essa igreja com o sorriso mais sincero que já presenciei. Todos são testemunhas de um amor sublime que ultrapassou as barreiras do medo e do dor. Que renasce todos os dias. Ela é a pessoa certa dele. E ele é o cara legal que vai fazê-la feliz todos os dias pelo resto da vida.

6 comentários:

Comente pelo Facebook

  1. Ela não era a perfeita para os que partiram da vida dela, era era perfeita para ele.
    E ele não pertencia as bocas por qual passou, ele precisava somente daquela.
    Final perfeito *________*
    Sexo, Fraldas e Rock'n Roll

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Exatamente! E quando se encontraram, viram que eram perfeitos um para o outro ♥

      Excluir
  2. Que texto maravilhoso. "O pedido? Em meio às lágrimas de ambos, foi um singelo e sincero "Eu quero ficar"." Sempre acreditei em finais assim, e espero que eles tenham uma pitada de verdade, afinal ♥

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A gente tá tão acostumado a só ver tragédia, precisamos acreditar um pouco mais em finais felizes!

      Excluir
  3. Que texto lindo! Me identifiquei muito com o trecho: "O tempo foi passando e ela foi desacreditando cada vez mais que seu tal amor ia chegar. Foi aprendendo a viver por si mesma.", porque eu estou nessa fase, de desacreditar no amor e aprendendo a conviver sozinha. Mas ao mesmo tempo, ainda acredito na possibilidade de encontrar alguém que possa me fazer feliz, alguém que "possa ficar", e acho que esse é o desejo de todos nós, encontrar alguém, que possa ser a pessoa certa, alguém que possamos confiar e compartilhar o resto de nossas vidas.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Com certeza, por mais magoados que possamos estar, sempre existe aquela centelha de esperança do amor dentro da gente ♥

      Excluir