E se minha vida fosse uma sitcom?

20 março, 2015
Ei, que cortina é essa aqui? E porque todas essas pessoas estão me olhando, esperando pra que eu diga alguma coisa? Talvez seja melhor eu sair daq... Ouch! Quem foi que colocou essa pilastra bem no meio do caminho? Que bacana... Agora todos estão rindo da minha cara. O mais estranho é que ainda ouço vozes do além para ajudar nas risadas. Parece que a campainha tocou. "Pode subir!", afinal, meu apartamento é o ponto de encontro de todos os amigos - que por sinal, parecem que nunca trabalham, porque não importa a hora do dia, estão sempre aqui. 

Créditos: Reprodução


E quando nos reunimos, sempre começamos com os assuntos triviais. O chefe que ninguém suporta (e que bem pode ser um dos seus amigos), aquela namorada que você não sabe como dispensar  e que acaba te metendo nas maiores confusões, o abacaxi que você não sabe como apareceu no seu quarto. Coisas normais, sabe? A melhor parte de tudo isso, é que na grande maioria das vezes, meus amigos estão sempre por perto para presenciar as aventuras. Quando não estamos em casa, estamos tomando café na nossa cafeteria preferida ou tomando algumas cervejas no nosso bar do coração. E que ninguém sente em nossos lugares, se não quiserem arrumar confusão!

Falando em chefes, se for lhes dizer os malucos que já foram meus superiores, vocês provavelmente ficariam assustados. Um era totalmente egocêntrico e achava que sua palavra era lei. Era suportado, porém odiado por todos no escritório. Outra tinha um bom coração e uma vontade imensa de ajudar as pessoas, e isso só nos botava em confusões. Hoje ela faz o que ama longe da gente, e sentimos muitas saudades. Sem contar nos colegas de trabalho também. Sempre tinha o sem noção, o que se esforça demais e nunca é recompensado, o puxa saco que no fim sempre se dá mal, a bonita-burra e a bonita que quer provar que é muito mais do que isso. 

E todos esses esteriótipos me levam até um pouco mais longe: O ensino médio! Raspadinha na cara? Tá maluco? Isso até parece cena de filme...  Conheci os quarterbacks, os nerds, as líderes de torcida, a turma de teatro, a banda da escola. Eu? Só fui um cara normal tentando sobreviver a tudo isso. 

Talvez você venha me dizer agora que minha vida não tem nada demais. Que tudo o que contei aqui poderia acontecer com qualquer pessoa no mundo. Mas são tantas histórias engraçadas que pelo menos uma te faria rir. Aliás, a graça está exatamente aí: Em rir do crível, do trivial, do cotidiano. De mim, de você, do vizinho (pelado) ou dos amigos fazendo tudo errado. E eu gosto disso! Espero que você tenha gostado de saber um pouco mais sobre a minha vida também. E que mesmo após a cortina se fechar, que permaneça com saudade de tudo o que falei.

Essa é uma blogagem coletiva do Rotaroots, um grupo que tem como objetivo a interação e a manter o verdadeiro espírito da blogosfera vivo! 

9 comentários:

Comente pelo Facebook

  1. Olá, Daiany,
    Lindo texto, como sempre.
    Me identifiquei um pouco.
    Parabéns, viu?!
    Beijos.

    http://www.leituradelua.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito obrigada, Lua! Foi divertidíssimo fazer esse hahaha

      Excluir
  2. Que texto incrível =D
    Amo vir aqui e ser levada por essas histórias <3
    E parabéns pelo seu dia Hoje é o Dia do Blogueiro.
    Sexo, Fraldas e Rock'n Roll

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Own, parabéns pra nós então, que blogamos sempre com tanto amor ♥

      Excluir
  3. É incrível como ler esse texto me lembrou da primeira vez que assisti Friends, o quanto foi emocionante e divertido acompanhar a vida deles no seriado, que sempre vai ser meu seriado favorito, você sabe. Muito amor! <3

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ain, nem me fale! Friends foi a responsável por me tornar a seriadora que sou hoje *o*

      Excluir
  4. Daiany que texto ótimo, você escreve super bem! Quando pensei em escrever esse post, me veio na cabeça criar uma história e tal, mas lendo o seu sitcom, eu já tenho tudo na mão: minha vida. Sou toda destrambelhada e esquecida das coisas HEHEHE Amei

    Blog: Café Com Babis (:

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. UHAUHSAUHSUHAUHSUHAUHS Exatamente isso! Eu sou atrapalhada por natureza e minha vida parece uma eterna sitcom \o/

      Excluir
  5. olá flor! lembra de mim? voce visitou meu blog, vi seu comentario e vim aqui pra visitar o seu blog tbm .. me desculpe pela demora porque eu fiquei sem net por causa da mudança que eu estava fazendo .. mais enfim ... gostei muito do lay é lindo viu! aah e que belo post, você escreve muito bem, parabéns e sucesso para o seu blog linda, bjinhos <3

    ResponderExcluir