CDB: Foto(grafia)

09 março, 2015
O post de hoje, é mais uma blogagem coletiva do Coisas de Blogueiras e a temática é bem simples: Escrever algo sobre uma foto que você goste muito. Automaticamente, já soube que foto iria escolher. Mas aí surgiu a dúvida: Poema, Texto, Crônica, Conto? E por fim, decidi que a melhor coisa seria fazer um relato pessoal e sincero de uma das melhores (e mais loucas) experiências da minha vida. Já tinha falado por cima nessa TAG aqui, inclusive. 

Créditos: Acervo Pessoal

Uma foto simples, mas que resume as duas semanas mais malucas e intensas que já tive. Julho de 2013 foi a data. Rio de Janeiro (que continua realmente lindo!) foi o cenário. Desembarquei numa madrugada gelada sem saber muito o que esperar. E voltei pra selva de pedra com o coração repleto de amor e boas lembranças que tenho certeza que jamais se apagarão da memória. Sim, eu fui voluntária na Jornada Mundial da Juventude.

Confesso que fiz minha inscrição sem muitas pretensões. Meu irmão e meus amigos já tinham participado em Madrid, e pensei eu, ele e todos os outros que já tinham tido a experiência teriam preferência e seriam chamados. Pra minha surpresa, eu fui selecionada. Lá iria eu, servir no maior evento da minha vida. Fiquei no setor de distribuição de kits para peregrinos, então entrei em contato com pessoas do mundo todo, de diferentes idades, logo no começo. Passei perrengue no alojamento, tomei banho frio, fomos expulsos pra depois nos deliciarmos com a vista de Ipanema todos os dias de manhã. 

Conheci e convivi com tantas pessoas incríveis nesses dias. E outras tantas cruzavam meu caminho pela cidade. Era lindo olhar para todos os cantos e sempre encontrar alguém que estava ali pelo mesmo motivo que você. E participar dos eventos foi outra emoção. Milhões de pessoas unidas pela mesma fé. Até mesmo aqueles que não entendiam o que estava sendo falado (porque eu mesma conheci gringos que nem inglês falavam) conseguiam sentir a mesma emoção.

No fim das contas, acabei ficando doente (eu disse que esses dias foram malucos, lembra?) e fui obrigada a deixar o alojamento e minhas funções. Mas nenhuma dificuldade e nenhum contratempo conseguiu tirar o brilho desses dias todos.

E como um presente ainda maior, consegui conhecer o Rio de Janeiro. Não, não subi no Pão de Açúcar nem no Cristo Redentor. Mas fiquei maravilhada em vê-los mesmo que ao longe. Conheci a Lapa, Santa Teresa e... A Lagoa Rodrigo de Freitas, que aparece nessa foto. E foi nesse momento, enquanto olhava pra água e pro Cristo que nada mais é que um risco se você tentar achá-lo aí, mas que é incrivelmente imponente quando visto "ao vivo", que agradeci. Por viver, por ter a oportunidade de estar presente em tudo isso. E pelo futuro. Para que ele seja melhor. Pode parecer clichê, mas quando você passa por isso, deseja o melhor das pessoas. Deseja que elas sintam a mesma paz de espírito. E eu continuo desejando todos os dias. A foto só me ajuda a repassar a mensagem. 

14 comentários:

Comente pelo Facebook

  1. Que lindo Daiany! Eu também fui ao Rio de janeiro e é uma experiência incrível que você teve, mesmo sendo dias malucos. Vendo que ao seu lado existem pessoas de diversos países no mesmo lugar, é maravilhoso!

    www.universopraticofeminino.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É uma coisa inexplicável de boa, Sabrina *o*

      Excluir
  2. O rio de janeiro é lindo mesmo, quando fui também não subi no cristo, me arrependi muito, mas da próxima eu subo srrsrs bjim adorei seu blog sucesso para vc!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. HAHAHAHHA eu me arrependi e ao mesmo tempo não, porque estava MUITO lotado nesses dias

      Excluir
  3. Que incrivel... Você foi para a jornada.
    Tenho amigos que foram, e do jeito que ele me contam que foi lá, eu imagino/imaginei que foi a melhor de todas as experiencias.
    Nunca fui no rio, mas tenho vontade de conhecer. A praia, cristo, o pão de açúcar :/ quem sabe um dia.
    E a foto está linda!

    http://www.agindodiferente.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nossa, eu acho incrível que todos que foram também voltaram transformados em todos os sentidos *-*
      e vá ao Rio assim que tiver a oportunidade, vale muito a pena ♥

      Excluir
  4. DAAAAAAAAAI ♥♥♥ queria tanto ter te visto na JMJ!!!
    Também foi uma das experiências mais incríveis da minha vida, mesmo tendo passado um frio danado dormindo em Copacabana, ter me perdido ~pasme~ CINCO vezes e não conhecer muito o pessoal que foi comigo, foi muito marcante e nunca vou esquecer! *3*
    48janeiros

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. AHHHHHHHH SUA LINDA!!! QUERIA MUITO TER TE VISTO LÁ TAMBÉM :(
      Mas mulher, me conta, como você conseguiu se perder tanto assim? :o hahahaha eu achei o Rio um ovo, pode ser porque aprendi a me aventurar por SP mesmo sem conhecer muito bem a cidade kkkkkk

      Excluir
  5. Que descrição incrível, como você conseguiu prender minha atenção, rsrsr. Parabéns pela iniciativa e pela vontade de ajudar o próximo, que possamos ser todos assim, querendo o bem de todos sem querer nada em troca.

    Parabéns mais uma vez pelo post.

    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Own, muito obrigada Bruna! E que esse sentimento realmente esteja forte em todos, pra que o mundo consiga melhorar nem que seja um pouquinho *o*

      Excluir
  6. UMA IMAGEM VALE MAIS QUE MIL PALAVRAS NE?
    OLHAR UMA FOTO E LEMBRAR DE UM MOMENTO SIGNIFICATIVO EM NOSSA VIDA É MUITO BOM, DESCREVE-LO ENTÃO... CREIO QUE ESSA TENHA SIDO UMA SUPER EXPERIÊNCIA PRA VOCÊ. BEIJOS Carlah Ventura - Intensa Vida

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. E foi mesmo, Carlah! Cada vez que vejo as fotos sinto um arrepio e uma vontade de voltar no tempo ♥

      Excluir
  7. Que foto linda! E imagino que realmente deve ter sido uma experiência incrível! Não lembro se cheguei a mencionar contigo na época, mas duas mexicanas que foram para a JMJ, depois vieram conhecer Foz e ficaram aqui em casa (minha irmã conhecia uma delas virtualmente, por serem fãs da cantora Julieta Venegas) e lembro da emoção delas em falar dessa experiência.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não me contou, não!!! Depois quero saber dessa história aí u.u
      Eu queria ter acolhido alguém também, mas nem ia dar no fim das contas, porque os voluntários foram uma semana antes pro Rio :(

      Excluir