Sobre o amor e histórias de cinema

11 fevereiro, 2015

Sabe quando você conhece alguém, aquela pessoa que olha e se apaixona perdidamente, que viveria diversas das cenas românticas dignas de cinema, aquela que você decide que quer passar o resto dos seus dias ao lado? Pois então, encontrei alguém assim. Mas a vida meu amigo, não é um conto de fadas. Não existe o “felizes para sempre” ou o “casal perfeito”.

Ela era imperfeita pra caralho, e eu mais imperfeito ainda. Acontece que por um momento de alguns meses, nossas imperfeições se encaixaram tão perfeitamente que parecíamos ser um só. Nenhum dos dois deixou de ter sua individualidade, ao mesmo tempo que vivíamos sempre juntos. Tínhamos muito em comum, ao mesmo tempo que não éramos nada parecidos.

Ela gostava de dançar e eu dançava pra pagar minhas contas. Ela tinha controle sobre tudo e eu, nem meu cabelo me obedecia. Ela era mestre na arte da culinária, enquanto a única maestria que eu possuía era a de cozinhar um ovo de várias formas diferentes. É verdade que como escritor de fim de semana, ela foi capaz de me fazer esgotar toda a minha criatividade para títulos de poemas. Até perdi as contas de quantos eu fiz e ela não leu, simplesmente por medo de deixar ela ver como eu realmente a via: A heroína que sempre salvava meu dia.

E como toda história, a nossa chegou ao fim. No fim das contas já não éramos assim tão perfeitos um para o outro e nem sempre estávamos felizes, mas terminamos como adultos: com uma bela garrafa de vinho e um “au revouir”. A vida não é uma história de cinema, mas se eu pudesse reescrever esse final, com certeza seria com o mocinho salvando a sua heroína ao menos uma vez, simplesmente ligando para ela no fim de um dia cansativo e dizendo “te amo”.


20 comentários:

Comente pelo Facebook

  1. Falou e disse. Contos de fadas realmente não existem, mas com o tempo a gente aprende que ninguém precisa ser perfeito... O amor se completa e ponto.

    www.divei.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Concordo plenamente, Tânia! No fim acabamos aceitando (e até gostando) das imperfeições.

      Excluir
  2. OI estou passando pra te falar que te desafiei em uma tag
    http://arielliboneto.blogspot.com.br/
    Venham conferir e responder

    ResponderExcluir
  3. Que texto maravilhoso! Muito verdade tudo o que acabou de escrever.
    Mas às vezes, o amor vence!
    ''Acontece que por um momento de alguns meses, nossas imperfeições se encaixaram tão perfeitamente que parecíamos ser um só''
    Adorei esse trecho.
    Beijos
    www.pantufa-rosa.blogspot.com

    ResponderExcluir
  4. Exatamente!
    Texto muito bom, e reflexão melhor ainda. Muitas vezes esperamos a pessoa perfeita porque somos egoístas demais para aceitar as diferenças dos outros. Parabéns!
    http://centelhasdeamor.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. E às vezes, por não aceitarmos, acabamos perdendo bons momentos ao lado dela :(

      Excluir
  5. adorei o texto, adorei o blog, adorei tuuuudo!
    tô te seguindo, hahahah beijos
    http://escrevervicia.blogspot.com
    http://facebook.com/blogescrevervicia

    ResponderExcluir
  6. Amei esse texto! <3 O tipo de texto que eu gosto.
    Também tenho muita vontade de ir a um baile de máscaras. Uma vez senti vontade de fazer uma festa de aniversário nesse tema, nos meus 15 anos. Mas acabei não fazendo nada. Obrigado pelo comentário no meu blog e fico feliz que tenha gostado do post.

    http://colorful-mushrooms.blogspot.com.br/

    Beijoos ;*

    ResponderExcluir
  7. Estamos acostumados a esperar uma história de conto de fadas, mas às vezes esquecemos que as pessoas são imperfeitas e que as histórias podem ter um fim, por isso temos que aproveitar os momentos bons que temos e aproveitar ao máximo cada nova história e cada novo amor.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Como sempre, concordo em gênero, número e grau contigo <3

      Excluir
  8. Eh a mais pura verdade, nossa alma alimenta falsas esperanças e nos leva ao irreal, mas ainda bem que Deus é tremendo e cuida das nossas histórias de amor, as felizes e as infelizes! Amei esse texto.

    www.amandarochaoficial.blogspot.com

    ResponderExcluir
  9. Que lindo! Muito bom o texto. "(...) e eu nem meu cabelo me obedecia." Haha muito legal essa parte.
    www.jessalem.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. AHAHAHAHAHA ri muito dessa parte. Muito obrigada, Jess ♥

      Excluir
  10. Estou encantada com a fofura desse blog!

    algumlugarnalua.blogspot.com

    ResponderExcluir