Quando me lembro de você

15 fevereiro, 2015
Créditos: Ryan McGuire
As palavras insistem em martelar minha cabeça. Viraram coro para minhas lágrimas. E sinto minha vida andar em círculos. E foi você quem fez minha vida rodar. Nesse carrossel cheio de altos e baixos fui de queda ao chão. E desde então não tenho coragem de olhar pra dentro de mim mesma. Porque são tantas cicatrizes e tantas feridas abertas que às vezes assumo que ignorá-las pode acabar com a dor. Uso anestésicos e me embriago de coisas sem importância para me manter imune.

Mas quando a dor resolve escancarar, sinto todos os músculos do meu corpo sentirem sua falta. Sinto meus pulsos fecharem de raiva e se perguntarem onde você está. Minha mente e meu coração se rebelam e lutam entre si para te expulsar ou te manter dentro de mim. E no final de mais um dia estou em frangalhos, esgotada de tanta confusão interna.

E é aí que te odeio. Com todas as forças que ainda me sobram. Esse surto repentino me faz querer rasgar tua foto, apagar teu nome, te dizer todas as verdades que até mesmo você sabe que merece ouvir. Te dizer que doeu sim te ver sair andando e provando que o que tivemos não significou nada. E que o teu desprezo ainda dói. Que aquele que eu conheci morreu e no lugar dele existe apenas um fantasma de alguém que costumava ser meu. E no final de todo discurso, amaldiçoar essa paixão que insiste em resistir.

Ah, a paixão...

É ela que desarma minha raiva e só me deixa chorar quieta no travesseiro. Que me faz botar tudo pra dormir e provar mais uma vez, que ela ainda domina todo meu ser. E que não adianta punho cerrado e palavra bruta. Enquanto ela ainda habitar, não há escapatória.

42 comentários:

Comente pelo Facebook

  1. "(...) e no lugar dele existe apenas um fantasma de alguém que costumava ser meu.", que lindo, Dai. Gosto dessas crônicas, tipo amor e ódio. É tão confuso e real. Você escreve muito bem!
    Estou seguindo o blog para saber quando novas crônicas forem postadas!
    Beijos
    www.rockandrose.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito obrigada,Marina! Adoro escrever sobre essa dualidade. <3

      Excluir
  2. nuss que pessoa dificil de ser comentada jesus psoksposkpsokspokspo
    atualizei atualizei atualizei e nada do formulário aparecer kkkkkk normal normal normal
    enfim vamos lá
    eu adoro esses textos lindonaaaa inclusive tbm posto no meu :)
    adoro essa coisa de amar odiar ao mesmo tempo e sim isso aocntece com a maioria de nós
    infelizmente as epssoas mudam e isso é a pior parte quando se ama alguem

    www.meumuraldeideias.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sério? Que estranho, irei checar aqui porque funciona normal pra mim o.O
      Vou conferir seus textos também *o*
      A gente ama odiar, e odeia amar, né?

      Excluir
  3. Eu gostaria de escrever um comentário maior. Mas tudo que me veio na mente, foi: ''forte''.

    www.expectativasreais.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Acho que essa palavra resume tudo mesmo, Dani.

      Excluir
  4. Nossa que texto mais lindo. Confesso que me emocionei :'(
    Você escreve muito bem, já senti isso que vc descreve no texto, super me identifiquei. Bjs flor.
    Seguindo, retribui?

    mythings2.blogdspot.com

    ResponderExcluir
  5. Oi Dai
    Parabéns pelo texto. Sua escrita é linda e intensa.
    Estar apaixonado é complicado e delicioso. As vezes, dá até saudade de me apaixonar por carinhas problemas e depois sofrer kkkk. A única coisa melhor do que a paixão, é o amor.
    Beijos e uma ótima semana

    Vidas em Preto e Branco 

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. HAHAHAHAHAHAHHA carinhas problema sempre nos ensinam muita coisa

      Excluir
  6. Que texto lindo e forte, lembrar daquela pessoa que você quer esquecer é tão horrível :// e sentir que para ela foi tudo insignificante, mas uma hora isso passa, e cai no esquecimento, tem que passar, amei seu blog e estou seguindo beijos http://www.blogdaxavier.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Com certeza, uma hora tudo passa e para de doer, Carol :(

      Excluir
  7. Que lindo Daiany, você tem um dom maravilhoso.
    Adorei e realmente a dor do esquecimento é a pior delas.

    http://meninodamamae.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito obrigada, Carol! Esquecer é um dos exercícios mais complicados na vida...

      Excluir
  8. Ai como é difícil sofrer!

    Fico encantada com a forma que você escreve, ainda não tem um texto seu que não gostei.

    ResponderExcluir
  9. É normal alguém se emocionar com praticamente TODOS os textos de uma outra pessoa? Espero que seja, pois eu não quero ser chamada de louca.
    Esta provavelmente foi a crônica mais intensa dentre todas as suas que já li, e sem dúvidas foi uma das melhores também. Não canso de dizer o quanto a sua escrita é incrível. Parabéns!

    Tenha um ótimo feriado. Um abraço e não pare nunca de escrever, por favor!
    www.julietaemparis.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Own HAHAHA você não tem nada de louca, é toda fofura ♥
      Acho que essa ficou com a emoção à flor da caneta HAHAHAHAH

      Excluir
  10. Você me descreveu ou o quê? Gente, que texto lindo, me resume por inteiro, principalmente por um breve momento que passou pela minha vida dentro de uns meses atrás. Adorei ♥

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. HAHAHAHAHAH ai, adoro quando as pessoas se identificam com meus textos *o*

      Excluir
  11. Dai,seus textos são...Nossa.
    Amei esse,assim como amo os outros.
    Continue assim.
    Beijoo

    ResponderExcluir
  12. Dai, sobre esse seu texto, vou citar Ramonas Assassinas: "Toda vez que lembro de você, me dá vontade de morrer..." Heheheh Analogias à parte, seus textos estão sempre de parabéns!

    Beijão, Guta!
    www.opinada.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. HAHAHAAHAHAH gente, adoro manonas! ♥♥♥

      Excluir
  13. Você é uma pessoa muito intensa e é incrível encontrar pessoas que conseguem transmitir de forma tão transparente palavras que vem do fundo da alma, sabe? Isso que senti lendo seu texto!

    O que dizer além de: Parabéns! e não pare nunca de escrever!

    Um beijo!

    Carol. (www.carolinehernandes.com)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Acho que você fez uma definição perfeita de mim, Carol. Eu sou assim mesmo HAHAHAH
      E muito obrigada pelos parabéns ♥

      Excluir
  14. Eu gostei muito do seu texto e muito ainda do seu blog pessoal! Estarei de volta, grande beijo

    ResponderExcluir
  15. Seu texto é simplesmente perfeito,não tem outra palavra para defini-lo.
    Me vi em muitas partes, principalmente as primeiras frases. Você escreve muito bem ♥

    ResponderExcluir
  16. Que coisa mais lindaaaaa Dai!!! *-* você escreve mega bem, parabénsss!!! Bem queria escrever como você! <3 sucesso!!!
    beijos
    www.enfim-resolvido.com

    ResponderExcluir
  17. Dai, por que será que sempre que leio algo seu tenho a impressão que fui eu quem escrevi? Caraca, muito parecido com o que eu sinto sempre! ♥

    http://centelhasdeamor.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. HAHAHAHAHAHAA isso significa que pensamos igual \o/

      Excluir
  18. Cara seu blog está de mais Daiany , nunca mais tinha aparecido por aqui mas amei o jeito meigo que o blog está e o texto também está perfeito como sempre ! Beijos
    http://www.cherrypinkl.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Own, senti sua falta por aqui, linda! E muito obrigada pelo elogio ♥

      Excluir
  19. Amor amei seu blog, textos e tudo mais hahaha!
    Eu amo escrever e meus blogs são de textos também..Estou criando uma tag que chama: Diz ai meninas. E quero convidar blogueiras para responder essa tag! Se você topar entra em contato comigo que te explico tudinho :) Beijos.
    http://ocotidianodeumaadolescentee.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hahahaha amo escrever e adoro conhecer outros blogs de textos também ♥

      Excluir
  20. Parabéns! Admiro quem consegue escrever assim, eu sinceramente não consigo criar textos assim hehe. Continue cultivando esse dom! Beijos =^_^=

    www.jessalem.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. HAHAAAH eu amo escrever, pretendo continuar melhorando todos os dias ♥

      Excluir
  21. Às vezes a gente vive essa dualidade, que mesmo amando alguém, as atitudes dessa pessoa podem fazer com que a gente sinta ódio dela também, e os dois sentimentos acabam sendo muito fortes dentro de nós e não conseguimos nos livrar de nenhum deles.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tem uma música que gosto muito que tem uma letra assim: "Entre o bem e o mal, a linha é tênue, meu bem. Entre o amor e o ódio a linha é tênue também". E eu acho que é bem isso, a gente acaba andando na corda bamba e sempre tendendo pra um lado.

      Excluir