O livro, a carta e o sliêncio

08 fevereiro, 2015

Pegou o celular enquanto olhava para o livro a sua frente. Sem saber bem o que falar, discou o número desejado e esperou a voz do outro lado atender.

- Oi.
Silêncio.
- Tá me ouvindo?
- Tô. Desculpa.
- Você me ligando?
- Queria dizer que chegou o livro.
- Gostou?
- Muito! Já perdi um par de horas folheando e viajando entre as páginas.
- Fico feliz que tenha gostado. Espero que aproveite bastante.
- Vai me ser muito útil. Obrigada, mais uma vez.
- Disponha.
- Sei que não deveria ter ligado.
- Tudo bem. Foi por um bom motivo.
- Eu...
Silêncio.
- Você...?
- Eu achei o papel dentro do livro.
- Era essa a intenção.
Risos ecoaram em ambos os lados.
Depois, silêncio.
- E então...?
- Não sei o que falar. Você sempre dominou as palavras melhor do que eu. Eu só sou um cara meio perdido na vida e nos traços.
- Isso é bem verdade. Mas não foi nada demais. Considere um manual de instruções para o uso do livro. E para uso da vida.
- Foi lindo.
- Foi sincero.
Silêncio.
- Me desculpe.
- Pelo o que?
- Por tudo. Pelo babaca que fui e por ter te magoado. Não merecia.
- Não merecia, mas aconteceu. Não guardo mágoa.
- Você é um anjo.
- Não, não sou.
Silêncio.
- Me desculpe. Mesmo.
- Passou.
- Preciso desligar.
- Boa sorte.
- No que?
- Em tudo. Na vida.
- Obrigada. Se cuide.
- Você também.

E o silêncio de ambos os quartos gritou todas as palavras que não foram ditas. E depois tudo adormeceu.

29 comentários:

Comente pelo Facebook

  1. Que lindo Dai, vc consegue trazer emoção pras palavras <3

    ResponderExcluir
  2. Que amor essa crônica! Tantas verdades... Ás vezes não dizer dói, mas pode ser melhor. Evita outros danos.
    Parabéns pelo texto, e pelo blog!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É verdade! Às vezes, a melhor coisa é deixar que o silêncio fale por si só...

      Excluir
  3. Você escreve bem demais, apxxxx *---*
    Te marquei em uma tag lá no meu blog, da uma conferidinha depois linda! Beijinhos
    www.guardenabolsa.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  4. Nossa... Eu gostei!

    www.expectativasreais.com.br

    ResponderExcluir
  5. Amei o post,amei seu blog <3
    Se puder dar uma passadinha no meu blog e se gostar seguir ia ajudar bastante,comecei hoje (:
    http://blogdvane.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Nossa, nesse exato momento estou te processando por me fazer chorar, sabia que anda faltando agua?? kcjeidhfcued que texto peeeeerfeito, ai meu deus. <33

    xoxo
    Nesu, do UCSE ~ Um Céu sem Estrelas
    http://umceusemestrelas.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. HAHAHAHAHAHAH não chore, Nesu! Vemk, toma um abraço \o/

      Excluir
  7. Nossa, amei o texto, terminei um namoro recentemente! Entao essas coisas me deixam abalada hahaha

    Beijos, Love is Colorful

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Poxa, eu imagino :( espero que esteja bem, apesar do término

      Excluir
  8. Olá Daiany.
    É incrível como seus textos mexem comigo. Nesse eu fiquei apreensiva com o dialogo em como iria acabar. rs
    Eles são de uma realidade tamanha.
    Eu não sei se essa é sua vontade, mas um dia tenho vontade de me deparar com um livro de crônicas seu, em alguma livraria.
    Beijos.

    http://www.leituradelua.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Poxa, Lua, seus comentários sempre me deixam emocionada *-*
      E eu tenho muita vontade de, um dia, publicar um livro de crônicas. Está muito nos meus planos futuros. ♥

      Excluir
  9. MENINA DO CÉU! Que dom das palavras, que perfeição de sentimentos transpirados em conjuntos de letras. Estou encantada, de verdade! Beijooooooooos.
    www.meninagenteboa.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito obrigada! E fiquei encantada com essa sua definição: "perfeição de sentimentos transpirados em conjuntos de letras". ♥

      Excluir
  10. Amei o blog,amei o post <3
    Poderia fazer uma visitinha no meu blog? Se gostar segue?obg *-*
    http://blogdvane.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  11. Muito bonito, pelo menos reconheceu neh hehehe Te convido a conhecer o meu blog. Se gostar e seguir me dando uma forcinha, ctz retribuirei o carinho!
    www.makeolatras.blogspot.com.br
    Bjsss =]

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. HAHAHAHAHAH verdade, ao menos ele reconheceu o erro!

      Excluir
  12. Ah, meu Deus!!
    Nossa, me senti sua protagonista, Dai. Parece tanto comigo. Mas sabe o que é ruim? ~desabafando~ O ruim é quando isso não chega a acontecer. A gente sofre sozinho, vendo o outro se dar bem em tudo e voltar a namorar. E aí sobra eu e meu cachorro, e, ocasionalmente, o blog. Às vezes quero gritar tanta coisa que fica guardada, tanto sentimento, chorar mesmo, falar tudo... mas não dá. Ele sempre é mais forte, e eu sou sempre a que corre atrás. Agora é tempo de superar (já faz um ano) e seguir a vida.
    Texto incrível! Aliás, estou morrendo de amores pelo seu blog ♥
    Abraços.
    http://centelhasdeamor.blogspot.com

    ResponderExcluir
  13. Ah, meu Deus!!
    Nossa, me senti sua protagonista, Dai. Parece tanto comigo. Mas sabe o que é ruim? ~desabafando~ O ruim é quando isso não chega a acontecer. A gente sofre sozinho, vendo o outro se dar bem em tudo e voltar a namorar. E aí sobra eu e meu cachorro, e, ocasionalmente, o blog. Às vezes quero gritar tanta coisa que fica guardada, tanto sentimento, chorar mesmo, falar tudo... mas não dá. Ele sempre é mais forte, e eu sou sempre a que corre atrás. Agora é tempo de superar (já faz um ano) e seguir a vida.
    Texto incrível! Aliás, estou morrendo de amores pelo seu blog ♥
    Abraços.
    http://centelhasdeamor.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Dói muito, né? Já estive na mesma situação que você e tem horas que a gente pensa que não vai passar nunca. E vou te falar: Às vezes demora. Dias, meses, anos... Mas uma hora a gente tem de novo aquela paz de espírito e guarda somente as lembranças boas.

      Beijão!

      Excluir
  14. É incrível como às vezes o silêncio diz tanto...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Às vezes ele diz mais do que as palavras! :(

      Excluir
  15. Belo texto! Consegui me ver no cenário da história,assistindo de camarote. Adoro textos assim. Parabéns .

    ResponderExcluir
  16. Gostei bastante :D
    " Não merecia, mas aconteceu. Não guardo mágoa."
    Acho que é assim que deve ser.
    Beijocas*

    ResponderExcluir