Dedicado a mim

01 fevereiro, 2015

Na ausência das luzes, minha alma se acendeu. O silêncio me fez navegar pra dentro do meu ser. E me vi tão em paz! Não pude deixar de sorrir. Pena que no cenário nublado, nem a lua será testemunha de tal cena. Do dia que pude enfim, respirar aliviada. Talvez por ter encontrado as respostas dos questionamentos que insistiam em rodopiar na mente. Talvez por olhar o futuro e vê-lo repleto de coisas boas. Ou então por esse profundo amor.

Não por alguém, não por algo, não por fatos ou especulações. Amor por mim. Por quem eu sou hoje e por quem quero ser no futuro. Desculpem se pareço presunçosa demais por fazer uma declaração à mim mesma. E permita-me dizer que nem sempre foi assim. Demorou. Por incontáveis vezes desejei ser quem não sou. Me recusei olhar pro espelho e mais do que meu exterior, recusava enxergar o que está dentro de mim. E quem nunca passou por isso?

Hoje me vejo tão repleta de qualidades que só consigo me amar. Também sou toda defeitos, isso é tão claro e óbvio quanto juntar dois mais dois. Minha mania irritantemente cativante de não saber ser fofa ou de ter sempre um comentário bobo que faz despertar gargalhadas de quem me cerca. Minha falta de paciência que já me fez cometer muitos erros e injustiças. Minha ansiedade que por vezes me consome feito brasa. Por vezes maldisse todas as coisas que fazem de mim pessoa comum.

Mas quando percebi o erro, passei a não apenas enxergá-los como um todo de mim e sim buscar soluções para amenizá-los. Todos os dias eu pego meu velho caderno, minha caneta, que de tão gasta já anda perdendo as forças e reproduz fraca minhas palavras e minha mente que está sempre a fervilhar. A combinação de todos é uma explosão de histórias, feitos, amores e personagens.

Hoje, porém, resolvi guardá-los e nessa explosão de amor que me inundou, dedicar essas singelas palavras à mim. E ao futuro. E ao desejo de que cada dia seja uma nova experiência que só venha a me inspirar...

30 comentários:

Comente pelo Facebook

  1. Que texto lindo. Bem escrito demais e vc tem razao,amor próprio é o mínimo que devemos sentir por nos.mesmas. inspirador. Salvei como um dos meus favoritos :) um beijo !

    www.eunomadiando.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito obrigada! Queria passar um pouco do quanto esse amor próprio é importante ♥

      Excluir
  2. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  3. Que texto lindo, Daiany. Descobrir que se ama é uma jornada linda, que todo ser humano deveria ser obrigado a fazer. Você mais que merece um texto dedicado a si mesma *-*
    Beijocas!

    www.princesasadoradoras.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu concordo contigo! A recompensa dessa jornada, dinheiro nenhum compra.
      Beijão!

      Excluir
  4. Ah, o amor próprio sempre é um dos melhores amores que podemos ter, pois é através dele que nos conhecemos mais e sabemos qual o caminho seguir na vida.
    Amei o texto!
    Abraços Mika,
    Pensamentos Viajantes

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não adianta nada amarmos os outros se não soubermos nos amar, não é mesmo?
      Beijão!

      Excluir
  5. Existe coisa melhor que ter amor próprio? Duvido muito. Nada se compara ao fato de se admirar, se reconhecer, se amar. E, por falar em amor, eu amei seu texto. Você escreve cada coisa linda! Está de parabéns <3

    Beijinhos e tenha uma ótima semana!
    www.julietaemparis.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito obrigada Lilly, muitos escrevem sobre os amores ao longo da vida, sentia falta de escrever sobre o amor por mim mesma ♥

      Excluir
  6. Que texto mais lindo. "Mas quando percebi o erro, passei a não apenas enxergá-los como um todo de mim e sim buscar soluções para amenizá-los." ... Sem palavras... Mas... Uma sugestão: QUEREMOS UM LIVRO ESCRITO POR VOCÊ! ;-) ... Um super beijo

    www.divei.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. AHHHHHHHHH QUE LINDA! Tenho esse sonho de publicar um livro mesmo *-*

      Excluir
  7. Mds, é muito amor esse texto! Ter amor próprio é tudo! Para podemos ser amados e aprendermos a amar os outros temos que começar por nós, não é mesmo? :)
    Beijos,

    http://diariodeumafricana.blogspot.pt

    ResponderExcluir
  8. Ah, nada melhor que esta explosão de tudo aquilo que está dentro de nós, né?
    Que o maior amor seja e sempre continue sendo este por nós mesmos! ^^
    Beijão, Min - http://www.yasminbueno.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim! Que o maior amor seja o que sentimos por nós mesmos. ♥
      Beijão

      Excluir
  9. Como eu gosto desses textosc mais uma vez eu amei.

    ResponderExcluir
  10. Lindo o texto <3 e super apoio, vamos nos amar

    ResponderExcluir
  11. Poxa eu sempre me arrepio com as verdades escritas nos seus textos. Não existe coisa melhor do que amor próprio, gostar do que somos com todas as qualidades e defeitos. Beijos ♥

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Com certeza, Paty! A jornada até isso às vezes é difícil, mas quando percebemos, é a melhor sensação do mundo ♥

      Excluir
  12. Aii que texto lindo..
    E Amor proprio é essencial..
    Vamos nos amar gente..
    Beijinhos
    www.anatogeiro.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  13. Acho que antes de amar outras pessoas (ou de esperar o amor de outras pessoas), nós precisamos primeiro amar a nós mesmos! Isso parece fácil e simples, mas não é, normalmente nos cobramos demais, nos irritamos com nossos próprios defeitos, achamos que não somos o suficiente, mas a gente tem que se dar conta que ninguém é perfeito, e mesmo com nossas falhas, nos amar, tentar melhorar no que pudermos e estiver ao nosso alcance, mas aceitar quem somos, porque isso é essencial! E você é uma linda, tem que se amar muito!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Disse tudo, minha linda! Temos que nos cobrar menos e aceitar nossos defeitos e tentar amenizá-los da melhor forma possível.

      Excluir
  14. Ola! Dayane! Essa cronica parece uma autobiografia. Eu acho bem legal quando tem uma forma interessante a ser contada.
    E você fez isso muito bem. Usou um recurso poético chamado lirismo, embora, não seja uma poesia. Legal você ter se intitulado como alguém bem humano com defeitos e qualidades.
    Parabéns pelo blog e pelo post!Abraços!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Vivi, foi bem autobiográfico mesmo! Que bom que gostou.
      Beijão!

      Excluir
  15. Simplesmente lindo ,adorei :)
    Você escreve muito bem :)
    Parabéns

    ResponderExcluir
  16. Simplesmente lindo ,adorei :)
    Você escreve muito bem :)
    Parabéns

    ResponderExcluir