Desculpe pelo "não"

04 novembro, 2014


É difícil dizer não. Ainda mais quando no fundo você quer dizer sim. Você vem com esse sorriso todo bambo, todo mole que é tão gostoso de captar. Em outra época seria tão fácil me atirar de cabeça e não pensar em nada além de nós. Mas quem diria, a pessoa mais impulsiva que você conheceu anda reservada, anda dando passos curtos dessa vez porque já pisou demais em brasa. Não me leva a mal. Não é nada contigo. Nem comigo. É com a vida. É com o tempo que não é nosso agora. 

Eu estou tranquila. E essa tranquilidade é que me faz estar aqui, te mostrando com todos os argumentos possíveis pra você entender, que agora não dá. E não tem rosas vermelhas, nem canção romântica, nem serenata embaixo da janela que me faça mudar de ideia. Meu coração está fechado pra balanço. Está prestando contas de todas as cicatrizes sofridas nos últimos tempos. E precisa de descanso absoluto. Uma batida fora do compasso e ele desanda de novo. 



Não desmancha esse sorriso pelas minhas palavras duras. Guarda ele e o melhor de si pra vida. As decepções fazem parte dela. Você está aqui, se decepcionando comigo. Antes disso, eu me decepcionei com alguém. Talvez você esteja decepcionando alguém sem perceber que você é o motivo dos suspiros que ela dá a noite quando deita em seu travesseiro. É um ciclo sem fim.

A resposta da pergunta de 1 milhão de reais é: Eu não estou afim de me entregar. Assumir um compromisso, ser parceira, ser companheira. E é por tanta gente assumir o risco estando no mesmo estado que os relacionamentos andam tão descartáveis. "Não gostei? Jogo fora". Eu não sou assim. Eu gosto de compartilhar minha vida, meus anseios, meus desejos e principalmente, meus sentimentos. 

Sabe o que é? É que esse trem já está de partida e não tem mais vagas pra passageiros de última hora. Minha bagagem é extensa e por enquanto não quero mais alguma pra carregar. Me perdoa a sinceridade. Sempre acho bom colocar os pingos no is e se tem uma coisa que aprendi com a vida, é quando e onde colocar as vírgulas e os pontos finais na história. Ou quando nem começá-la. Aceito meu papel de megera se assim o desejar, mas se puder, não perde a simpatia e o brilho no olhar. Essa vida tem muitas curvas. Quem sabe em uma delas, o lugar fica vago e você pode se aconchegar. 

27 comentários:

Comente pelo Facebook

  1. Respostas
    1. É sim! Procuro só postar textos autorais aqui.

      Muito obrigada pela visita <3

      Excluir
  2. Eu não sei dizer não :O
    Preciso aprender haha


    www.babimarchi.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. HAHAHAHAHAHAH eu tinha esse sério problema, e com isso só me decepcionava. Aí aprendi o valor que um não tem no momento certo.

      Excluir
  3. Sempre tive dificuldades, mas com o tempo a gente vai aprendendo a dizer não.

    www.patydibona.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Paty,

      Tinha esse problema também. Acho que faz parte do amadurecimento começar a dizer não pro que não vale a pena.

      Obrigada pela visita!

      Excluir
  4. DAAI. LINDO TEXTO *olhos de coração*

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Joel Martelo HAHAHAHAHAHAHAHAHAH
      Seu lindo, muito obrigada pelo comentário <3

      Excluir
  5. Muito bacana o texto parabéns :)

    Beijão!!

    http://blogmodabelezaecia.blogspot.com.br/2014/11/a-marca-quem-disse-berenice-faz.html

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Gi,

      Muito obrigada pela visita e o comentário.
      Volte sempre!

      Excluir
  6. Seus textos são tão perfeitos *-*
    Bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Marina,
      Muito obrigada pela visita e pelo comentário
      Volte sempre!

      Excluir
  7. Belo texto
    Linda seguindo aqui, passa lá no meu e se gostar siga tbm.
    beijinhos
    http://dieinydicas.blogspot.com.br/
    https://www.facebook.com/dieiny.josiane

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Dieiny,
      Muito obrigada pela visita e o comentário! Já vou dar uma passadinha no seu.
      Beijos

      Excluir
  8. Adorei o texto, parabéns!
    Beijos, Jell e Marcelo
    www.urbanoeretro.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi gente,

      Obrigada pelo comentário e pela visita. Voltem sempre. ♥

      Excluir
  9. "Não me leva a mal. Não é nada contigo. Nem comigo. É com a vida. É com o tempo que não é nosso agora." Dai, seu blog é lindoooooo! *-* Xonei nele, os textos são perfeitos, se superou <3
    http://bjsgabi.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Gabi,

      Own que bom que se identificou. Volte sempre, viu?
      Beijos!

      Excluir
  10. Oiiii menina, seus textos são ótimos. Me fez pensar no passado e nas coisas que eu fiz, adorei esse porque já disse muito não mesmo querendo dizer sim. Ganhou mais uma fã, volto sempre que puder beijokas.
    http://nicolyeseumundo.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. E é tão difícil conseguir fazer isso, né?
      Muito obrigada, Nic. Volte sempre ♥

      Excluir
  11. Eu também percebo o quanto os relacionamentos andam descartáveis ultimamente, as pessoas levam para o relacionamento atual sofrimento de relacionamentos passados ou têm medo de se entregar por achar que vão sofrer novamente. E isso é complicado, a gente conseguir perceber o momento em que estamos realmente curados das nossas feridas para nos entregarmos de fato a um novo relacionamento.

    ResponderExcluir
  12. Ai que lindo cara, conheci teu blog pelo da Paty Diabona e tenho certeza que fiz a melhor escolha em clicar aqui. Esse post definiu minha vida há um ano atrás... Adorei a forma como você se expressa e sinceramente, ficou lindo o texto, me dá licença mas vou ter que compartilhar haha beijos linda

    http://pinkisnotrose.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ai, que fofa! ♥.♥
      Fique a vontade para compartilhar e volte sempre!

      Excluir
  13. Caraaaaa, melhor texto seu que já li até agora!! ♥

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Owwn, adoro esse texto também. Tem um significado importante pra mim ♥

      Excluir