Quando você chegou

27 novembro, 2014

Escuta aqui, meu amor. Eu andava tranquila na vida, toda sossegada e você chegou como um turbilhão de coisas que nunca soube ao certo entender. Não sei se foi essa pose de intelectual, seu jeito divertido ou simplesmente o fato de você ser o meu tipo completo. Sabe aquele que parece que foi designado depois de uma série de análises minuciosas e outras tantas experiências passadas frustradas? Pois bem, é você. 

E aí você veio, tão repentino, e ao mesmo tempo aos pouquinhos pra não me assustar. E minha reação inicial foi correr, fugir, ir parar na ilha deserta mais distante e aprender todas as técnicas de meditação existentes nesse mundo para limpar a mente e não querer pensar em nada. Mas não deu. Então fiquei. E você ficou também. 



Você foi se instalando sem nem pedir licença, como é que pode? E o mais espantoso é que não reclamei da invasão. Não contestei nem pedi pra guarda do coração te retirar. Simplesmente deixei. E você se acomodou, abriu a geladeira e colocou o pé no sofá. Quando dei por mim, você estava em todas as partes do meu dia. E não teve mais paz. Não teve mais manhã de domingo que eu não quisesse acordar ao seu lado. 


Foi então que quis recuar. Bolei mil planos, tracei mil rotas. Pensei em falar mal do seu diretor preferido ou da banda que você adora só pra desencadear uma discussão em que você descobrisse que eu nem era tão interessante assim. Aposto que não me procuraria mais nem pro bom dia devido a tanta falta de consideração da minha parte. Pensei em simplesmente apagar, deletar, sumir da sua vista e do visor do seu celular. Quem sabe, talvez, apenas exaltar algum falso amor por aí, não por ciúmes, mas pra fingir que você já não tinha a menor chance. Aposto que depois dessa, você iria embora - de coração partido, mas iria. 

Então tomei a decisão mais maluca que poderia tomar: Deixei a porta aberta e me livrei dos medos. Quem diria que era exatamente isso que te faria partir...

Não precisa ter medo de mim

23 novembro, 2014
Não precisa ter medo de mim. Dentro desse mundaréu de traços e espaços que tenho por dentro existe um lugar de paz. Existe alguém que só quer parar por algumas horas e me encontrar em você. E a lógica disso tudo é mais simples do que parece. É só se deixar levar pela melodia que nos rodeia e ler nos meus olhos tudo o que estou tentando te dizer. Esquece todo o resto que no final, são todos meros coadjuvantes essa noite. E a história principal está prestes a começar. Só aguardo seu sinal para bater a claquete. 

Não precisa ter medo de mim. Te confesso que até eu mesma tinha há um tempo atrás. Mas não usa isso como desculpa pra virar-se, tomar mais um gole desse drink e procurar outra pessoa só pra me provar que um cara como você não teria problemas em encontrar entre esse tanto de gente descompromissada e solta nesse lugar. Entende que não sou de joguinhos, que não gosto de perder tempo e que nossa hora é agora. Em vez de jogar as cartas, deixa elas sobre a mesa de uma vez, junto com essa sua bebida e cola em mim. 


Se você colocar sua mão na minha cintura, eu prometo ser seu par a noite toda. Não só nossos corpos vão rodopiar, mas também nossas almas. 

Não precisa ter medo de mim, chega mais perto. Esse sorriso faceiro e esse olhar que me procura de tempos em tempos já entregou tudo. A noite é uma criança, mas logo ela acaba e eu não quero ir pra casa sem saber o seu cheiro, ouvir tua voz e sentir o seu beijo. Larga essa timidez, esse orgulho ou que quer que seja pra lá e vamos aproveitar essa música. E todas as outras que virão até o dia amanhecer. E deixe que olhem, que sintam, que queiram. Porque par como nós, só em alguma outra edição. 

Então larga esse medo e vem. 

Sobre a mulher da minha vida

18 novembro, 2014


Peço um minuto da sua atenção para descrever a mulher da minha vida. Você não a conhece, mas duvido que não se apaixone também ao terminar de ler. Eu andava sem rumo por aí, perdido, pelas curvas solitárias da minha existência e demorei a aceitar. E vou te contar, isso me custou muitas mancadas e noitadas preso a uma mesa de bar entre garrafas de cerveja, gente desinteressante e músicas ruins para perceber que era ela. Que eu era dela. 

Poderia muito bem citar aqui seus atributos físicos porque ela é linda. Ah, como ela é linda... Não é essa beleza fútil e comum que se vê por aí. É beleza que transborda, que é única, que é dela. Que me faz ficar encantado cada vez que a olho e dá vontade de dizer pra largar esse batom vermelho ou esse delineado nos olhos que ela não precisa. Mas ela é vaidosa, ela gosta de ser mulher. E eu gosto disso. 



Todos dizem que tem olhos de gata, mas te digo que não são apenas eles. Ela é inteira felina. Tão independente e dona de si quando tem que ser mas, se você ganhar sua confiança, se torna leal e carinhosa como poucos conseguem. Tem um coração enorme, e me deixou entrar mesmo sabendo a tremenda confusão que sempre fui.  Ela é princesa que não saiu de um conto de fadas, mas que transformou minha vida em um desde que decidiu cruzar o meu caminho. 

Ela chegou de mansinho, e quando dei por mim tudo o que eu queria era me entregar. E não havia mais bar, ou cerveja, ou boca de outra mulher que eu pudesse conhecer por aí que mudasse isso. Então eu decidi aceitar que era hora de mandar ela entrar não só em casa, mas na minha vida, nas minhas neuras, nos meus medos e no meu coração. E ela entrou. Se instalou e para minha sorte não pretende sair tão cedo. 

Te confesso que tenho medo de perdê-la. Qualquer um teria. Mas me vejo tão feliz agora que não deixo brechas para incertezas. Só quero abraçá-la apertado para evitar todo o mal. Para ela e para nós. Porque te digo, sem nosso "nós", minha vida sozinha se tornaria um eterno mal de qualquer maneira.

Porque sua vida não dá certo

15 novembro, 2014


Talvez a vida não esteja como você pensou. Seus planos foram frustrados, seus sonhos foram adiados. Sobrou no seu coração aquela enorme sensação de vazio. Seus problemas parecem gritar mais alto do que sua esperança. E é aí que te digo: Não os escute. Os espante, faça sua alma sorrir novamente. Se apegue às pequenas coisas boas da vida. Elas te rodeiam, só esperando um toque seu para te inundar. É que você prefere não enxergar e aceitar que a vida não está boa porque é assim que tem que ser. Porque os búzios, os astros, o destino e o número errado da mega sena são os causadores do seu drama digno de novela mexicana, que você não consegue entender porque ainda não foi adaptado pra TV ou estrelado no cinema pelo Wagner Moura e a Grazi Massafera.

Só tenho a te dizer: A culpa é sua! 

Não me olhe com essa cara de coitado por estar falando a verdade.  Nem com essa indignação falsa, porque no fundo você sabe que eu tenho razão. Se a vida está ruim, a culpa é sua. Não digo que exista a fórmula mágica da felicidade, ou que tudo sempre serão flores. Com certeza não. Afinal, a tristeza faz parte da vida. A decepção te ensina a dar o próximo passo. Mas, se há um precipício a sua frente, se jogue aproveite a queda livre. Arrisque-se. Você só tem a ganhar.



Você pode muito bem deixar pra lá tudo o que eu te digo, ir até o seu amigo mais próximo e desabafar todas as mágoas do mundo e sua teoria de 50 páginas do por quê a sua vida não vai pra frente.  Tenho certeza que ele irá te ouvir... E pensar secretamente o quanto você é chato! Se você já sabe porque ela não está dando certo, porque não dá o primeiro passo para melhorá-la? Se é o emprego, já pensou em procurar outro? Se é a vida amorosa, já pensou que talvez você seja o problema, e não seu parceiro? Se é financeiro, já procurou uma solução e já considerou abrir mão de alguns happy hours para sobrar alguma grana no fim do mês? Não há problema irremediável, há pessoas que não estão procurando soluções para seus problemas. 

Reserve tempo para o que você ama. E principalmente, para quem você ama. Pessoas entram e saem da nossa vida todo o tempo. Não as deixe ir sem que saibam que foram importantes na sua história. Descubra um novo hobby. Permita-se rir mais. Ria de si mesmo. Ria das desgraças. Apenas ria. Deixe sua vida mais leve e você vai ver que automaticamente coisas boas começarão a surgir ao seu redor. Se dê ao luxo de dizer não ao que te faz mal. Planeje seus sonhos, por mais absurdos que eles sejam hoje. Quando realizá-los, você se sentirá a pessoa mais feliz do mundo.

Só não desista da vida e assista tudo passar de camarote. Seja protagonista, receba os aplausos e todos os prêmios. O mérito vai ser todo seu. 

Dança comigo?

10 novembro, 2014

Ei, menina bonita. Balança esse vestido sem medo. Levanta a cabeça e se mostra pro mundo. Deixa de abaixá-la por bobagem, que eles tão doidos pra te ver brilhar. Você não percebe, mas os pássaros cantam mais felizes pra você passar. Cantam uma melodia doce, meiga, que reflete quem você é por dentro, por trás dessas mágoas e desse choro. Convida-os para dançar contigo. No meio da rua mesmo. Deixe de timidez e começa a bailar. É tão fácil: Dois pra lá, dois pra cá. Manda a solidão pra lá, traz teu sorriso pra cá. E continue a balançar. Se eles não quiserem, aceito de muito bom grado ser seu par.

Porque quando você se alegra, o mundo ao redor começa a girar mais bonito. O sol brilha contente, as nuvens desenham seus melhores presentes pra te entregar e as flores colorem teu caminho. E meu coração? Ah, esse bate contente! Bate ansioso. Bate por ti. O caminho é mais leve quando você passa e a minha graça é te ver passar. 




É quando você olha com esse olhar de menina, que esconde tanta coisa que eu teimo em querer descobrir. Você finge que não nota, mas eu sei que se importa em conferir se estou ali. E eu sempre estou. Porque na agenda do meu dia, você é meu evento principal. Quando puder - e quiser - traga seu andar pra mim e vamos conversar. Prometo ser gentil e te oferecer um café. Daqueles bem fortes. Ouvi por aí que é o que você gosta. 

Tenho os próximos 5 segundos pra demonstrar tudo o que disse em um sorriso, um gesto, algo que te convença que talvez, chegou a hora de deixar as lágrimas de lado para ser feliz comigo. Se eu correr e te beijar, você poderia corresponder, e esse seria o oi mais sincero que eu poderia te dar. Te rodopiar pela rua ao som da mais bela melodia que só nós dois ouviríamos. E então você  se sentiria a garota mais especial do planeta. Com deveria se sentir todos os dias, se os outros não tivessem te deixado assim. 

Mas com todo meu planejamento, quase não vejo você passar. Perdoa minha falta de jeito e minha cara de bobo. Posso jurar que você sorria para mim. Deixe estar. Amanhã você volta e eu fico aqui na porta esperando você passar.  

Carta que nunca foi entregue

07 novembro, 2014

Meu bem,


É difícil determinar o que escrever para ti aqui. Há tanto que queria dizer. Tanta coisa que passou despercebida por esse teu olhar desatento. Por mais que cada parte do meu corpo gritasse que era ao teu lado que eu queria estar, teu passo teimava em ficar longe ao meu. Não te culpo também, minha mente confusa e cansada sempre agiu antes que meu coração pudesse tomar as rédeas da situação. Mas em cada beijo meu, havia um "eu te quero" não dito. Entende, essa era a minha mais sincera forma de te fazer me escolher. Mas você não me escolheu.

Não pense que tenho mágoas, ou que esta é apenas uma forma de dizer que te superei. Nem um, nem outro. Você está aqui, mais próximo do que imagina. Habita meus pensamentos bem mais do que gostaria. E já passou a fase da raiva, já passou o momento em que me perguntei mil vezes porque raios você nunca me notou da forma que desejei. Agora só tem paz. Só tem inspiração. Porque minhas palavras bonitas, apesar de tudo, ainda são todas para você. 



E o bonito da vida é que depois de algumas voltas, tudo vai se encaixando no lugar onde deve ficar. E seu lugar é ao meu lado. Talvez não como eu gostaria desde o começo, mas o tempo passou, e você permanece. E por mais irônico que isso pareça, a cada dia cresço um pouco contigo e aprendo que felicidade não é o que se quer, mas sim, fazer o melhor do que a vida lhe reserva. Desculpe se nas minhas inconstâncias já deletei o teu nome da minha agenda, se já fingi que apaguei teu nome da mente. Pode ter certeza, cada vez que bati no peito e assumi isso com orgulho, era pura fachada. Talvez você até saiba disso, por que no fim das contas, sempre acabou voltando.


Não espero que me diga nada. Nem que peça desculpas por algo que eu tenho a profunda consciência de que não é sua culpa. Só me deixa falar. Botar para fora as coisas que estão dentro de mim. Se escrevo isso com lágrimas, elas cessarão assim que o último ponto final for colocado. Até porque, amanhã você me verá sorrindo e dizendo todas as bobagens que te faz rir como criança. Porque esse é meu jeito. De sorrir para tudo, até para o que deveria me fazer mal. 

E se um dia nossos caminhos separarem de vez, não esqueça do meu jeito doido, do meu riso aberto, da forma franca que eu encaro a vida. Reserva um pedaço das suas lembranças pra mim. Porque eu te digo, a cada esquina que cruzar, sempre vai ter um pouco de você.


Com todo o amor torto que eu sempre te dei.

Desculpe pelo "não"

04 novembro, 2014


É difícil dizer não. Ainda mais quando no fundo você quer dizer sim. Você vem com esse sorriso todo bambo, todo mole que é tão gostoso de captar. Em outra época seria tão fácil me atirar de cabeça e não pensar em nada além de nós. Mas quem diria, a pessoa mais impulsiva que você conheceu anda reservada, anda dando passos curtos dessa vez porque já pisou demais em brasa. Não me leva a mal. Não é nada contigo. Nem comigo. É com a vida. É com o tempo que não é nosso agora. 

Eu estou tranquila. E essa tranquilidade é que me faz estar aqui, te mostrando com todos os argumentos possíveis pra você entender, que agora não dá. E não tem rosas vermelhas, nem canção romântica, nem serenata embaixo da janela que me faça mudar de ideia. Meu coração está fechado pra balanço. Está prestando contas de todas as cicatrizes sofridas nos últimos tempos. E precisa de descanso absoluto. Uma batida fora do compasso e ele desanda de novo. 



Não desmancha esse sorriso pelas minhas palavras duras. Guarda ele e o melhor de si pra vida. As decepções fazem parte dela. Você está aqui, se decepcionando comigo. Antes disso, eu me decepcionei com alguém. Talvez você esteja decepcionando alguém sem perceber que você é o motivo dos suspiros que ela dá a noite quando deita em seu travesseiro. É um ciclo sem fim.

A resposta da pergunta de 1 milhão de reais é: Eu não estou afim de me entregar. Assumir um compromisso, ser parceira, ser companheira. E é por tanta gente assumir o risco estando no mesmo estado que os relacionamentos andam tão descartáveis. "Não gostei? Jogo fora". Eu não sou assim. Eu gosto de compartilhar minha vida, meus anseios, meus desejos e principalmente, meus sentimentos. 

Sabe o que é? É que esse trem já está de partida e não tem mais vagas pra passageiros de última hora. Minha bagagem é extensa e por enquanto não quero mais alguma pra carregar. Me perdoa a sinceridade. Sempre acho bom colocar os pingos no is e se tem uma coisa que aprendi com a vida, é quando e onde colocar as vírgulas e os pontos finais na história. Ou quando nem começá-la. Aceito meu papel de megera se assim o desejar, mas se puder, não perde a simpatia e o brilho no olhar. Essa vida tem muitas curvas. Quem sabe em uma delas, o lugar fica vago e você pode se aconchegar. 

Pelo direito de ser diferente

02 novembro, 2014

Sábado a noite, aquele clima agradável, as pessoas entrando no clima para a balada da vez. E tudo o que você está pensando é no seu cobertor, um balde de pipoca e a maratona daquela série que você tanto ama ou aquele filme que você estava há dias querendo assistir. Seus amigos não entendem porque você tem que ser tão antissocial. Se o problema for o fim de mês - e a falta de dinheiro que ele te traz -, eles te bancam. Tudo para que você saia do sofá e vá viver. Talvez eles jamais entendam o quão prazeroso pra você é se desligar do mundo e se ligar nas tramas fictícias. É que você é diferente.

Aquele comercial na TV diz que você tem que ser alta, loira, vestir 36 e P, ter 1,80m de altura,  lábios e seios carnudos, pernas torneadas, cintura fina e cabelos perfeitamente brilhantes. Inteligência não precisa estar incluída no pacote nesse caso. Mas você se orgulha em saber de cor as falas do seu livro preferido. Aceita seus quilos a mais, as pontas duplas que insistem em aparecer, as estrias que mostram que você é mulher de verdade. Porque no fundo você sabe que é melhor do que isso. Com seu sorriso encantador, seus olhos penetrantes ou sua inteligência acima da média. É porque você é diferente. 



Eles gostam de rock, você se joga no pagode. Eles acham bege brega, mas você vê uma simpatia e um charme na cor. Eles gostam de sushi, você não vê a hora de comer um pão com ovo. Eles querem a roupa da moda, você não vê a hora de se jogar pelo mundo. Eles não entendem seus gostos, seus sonhos, sua vida. É porque você é diferente.



E isso está longe de ser uma coisa ruim. Muito pelo contrário. Cada traço de quem você é te faz único e especial. Tudo o que te move nessa vida influencia quem você vai se tornar. Não tenha medo de gostar do que te faz bem, de assumir suas paixões, seus sonhos, e principalmente, assumir a si mesma. E um brinde aos diferentes desse mundo, porque eu também sou um deles.