04 outubro, 2013
Acho que tenho um alter ego que gosta de ficar sozinho. Que procura a solidão. Vez ou outra ele aparece para me assombrar e me lembrar a todo momento que meu lugar é comigo mesma. Não sinto culpa em seguir seus conselhos. De amor eu preciso confessar que não sei nada. Não sei agir, não sei pensar. Muitos acham que esses são inclusive sintomas do amor. Eu discordo. Se você ama, sabe o que fazer. Sabe o que dizer. Sabe como agir. Todo o resto é loucura, paixão, tesão. Quem fica agindo feito louco não vai conseguir ser feliz com outra pessoa. Nem ser feliz consigo mesmo. Está abrindo mão da própria felicidade por uma ilusão.

2 comentários:

Comente pelo Facebook

  1. Minha Niossa que texto! Em poucas palavras conseguiu definir o amor, e eu concordo. Quando o encontra não tem medo do que vai fazer ou falar, será você e isso te fará bem!

    ResponderExcluir
  2. Pra ser feliz com o outro, a gente tem que aprender a ser feliz conosco primeiro! *-*

    ResponderExcluir